O Prof. Gustavo Glodes Blum, do Curso de Relações Internacionais do UNICURITIBA, participou, entre os dias 7 e 9 de novembro, da Conferência Internacional “Superando a Desigualdade num Mundo Fraturado: Entre o Poder das Elites e a Mobilização Social”, em Genebra, na Suíça.

Organizada pelo Instituto de Pesquisa em Desenvolvimento Social da ONU (UNRISD), a conferência foi realizada com o objetivo de abordar os principais desafios para superar desigualdades econômicas, sociais, políticas, de gênero e ambientais na atualidade, buscando atingir os objetivos da Agenda 2030. Durante os três dias, especialistas do mundo inteiro se reuniram para debater a realidade das diversas formas de desigualdade e as possibilidades de formar novas alianças para superá-las.

O UNRISD selecionou apenas 50 trabalhos para serem apresentados e debatidos, dos mais de mil recebidos, entre eles o do Prof. Gustavo. Intitulado “A face espacial da desigualdade: a mobilidade e o impacto das políticas neoliberais na infraestrutura de transportes no Paraná, Brasil”, ele expôs suas ideias em um dos painéis do evento, direcionado para o debate referente às causas da desigualdade urbanas e socioespaciais.

De acordo com o Prof. Gustavo, foi muito interessante estar em contato com os principais pesquisadores na área. “Além das palestras, que envolveram nomes relevantes como Saskia Sassen (da Universalidade de Columbia, nos EUA), Naila Kabeer (da London School of Economics) e Vandana Shiva (da Índia), os pesquisadores conseguiram, sob os auspícios do UNRISD, formar uma rede comprometida com a pesquisa e a ação dentro da área”, afirma.

Ele ainda destaca que um dos aspectos mais significativos foi a proposta de transdisciplinariedade: reunindo pesquisadoras e pesquisadores da Economia, da Ciência Política, das Relações Internacionais, mas também da Geografia e da Arquitetura. “A conferência apresentou uma perspectiva bem ampla a respeito daquilo que ocorre num mundo cada vez mais desigual e aquilo que pode ser feito”, detalha.

“Volto com a certeza de que o tema perpassa todas as discussões mais recentes das Relações Internacionais. Desde eleições presidenciais até os desafios globais, como as mudanças climáticas, as imigrações e os refugiados, passam por essa nova realidade. Espero conseguir trazer, para o UNICURITIBA, as contribuições que foram debatidas durante o evento e permitir uma compreensão maior deste fenômeno ao redor do mundo”, conclui Blum.