Com o intuito de apresentar as áreas de atuação para os alunos de Psicologia do UNICURITIBA, o curso recebe, durante o ano letivo, diversos profissionais para contar como é a profissão na prática. Dessa vez, quem veio compartilhar seus conhecimentos foi a psicóloga Flavia Adachi, coordenadora de Saúde Mental da Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba. O evento ocorreu no dia 24 de abril, no Miniauditório do UNICURITIBA.

Flavia apresentou os cenários epidemiológicos de transtornos mentais brasileiro e curitibano e falou sobre a Rede de Atenção Psicossocial (RAPS). “A Rede surgiu pelo fato de não existir um serviço único que dê conta de todas as particularidades. A RAPS oferece serviços de diferentes complexidades, que vão desde a atenção básica até atendimentos especializados”, explica.

A RAPS é vinculada ao Sistema Único de Saúde (SUS) de cada município e qualquer pessoa pode utilizar o serviço. “A partir da atenção básica na unidade de saúde, é realizada uma avaliação com base nos critérios de estratificação de risco, em que se identifica o ponto mais adequado para tratar cada indivíduo. É uma forma de organizar e encaminhar a pessoa para o local adequado e correto”, detalha Flavia.

Sobre a relevância da palestra para os estudantes de Psicologia, Flavia disse que esclarecer para os acadêmicos e futuros psicólogos que existem serviços de diferentes naturezas na RAPS é de extrema importância para multiplicar as formas de acesso e divulgação dessa informação.

Para complementar, a Profª Elza Soavinsky, coordenadora do curso, enfatizou que a palestra traz a teoria na prática e reforça os conteúdos vistos ou que serão apresentados no decorrer da graduação. “Por meio desse tipo de interação, eles podem verificar com qual área se identificam e quais são as possibilidades de carreira”, finaliza.