Em 22 de outubro, o Curso de Direito do UNICURIBA promoveu a palestra “Direitos Humanos, Gênero e o Movimento #MeToo para debater a discriminação de gênero nos Estados Unidos, em especial, como o assédio sexual é tratado legalmente e as consequências legais e políticas do movimento #MeToo.

Os convidados da noite foram Augustus Bonner Cochran e Catherine Virginia Scott, professores de Ciência Política da Agnes Scott College, de Decatur, Georgia (EUA).

O movimento #MeToo, que significa “eu também” em português, viralizou em 2017 nas redes sociais. A ideia foi criar empatia entre as vítimas de assédio sexual e, de acordo com o jornal El País, ele realmente ajudou a disseminar o combate a esse tipo de assédio pelo mundo.